AVROS Corporation

Comunicação comercial nos EUA

  • A melhor mensagem do mundo não ajuda se não for devidamente entendida pelo alvo.
  • Comunicação comercial nos EUA é por escrito.  O que foi dito tem pouco valor.
  • Por mais reuniões que você tenha com clientes americanos, negócios são regidos pelo conteúdo documentado.  O dito tem pouco ou nenhum valor.
  • Quando escrever, peque pelo excesso de explicação.
    A decisão de aceitar (ou não) sua proposta pode depender de quem nunca falou em pessoa com você - seu sucesso depende dos materiais escritos que você distribui.

Erros que destroem sua mensagem

  • Conteúdo mal direcionado ao público-alvo.
  • Conteúdo com informações desnecessárias ou irrelevantes.
  • Conteúdo apresentado na sequência errada.
  • Ênfase no layout gráfico (e não no conteúdo).
  • Fatos misturados com opiniões.
  • Tradução feita ao pé da letra.
  • Pressupor que o leitor conhece o Brasil.
  • Unidades de medida que o leitor não utiliza.
  • Gírias, expressões e abreviações que o leitor não conhece.

Recomendações

Se seu negócio inclui contatos com americanos, comunicar-se de forma apropriada é um dos melhores investimentos existentes.  Isso é fundamental na comunicação comercial utilizada em cenários "business to business" (B2B) e "business to government" (B2G), que avaliam compras de forma mais objetiva e quantitativa do que consumidores (estes utilizam critérios mais emotivos e subjetivos).

  • Apresentações em inglês: seja presencial, por videoconferência ou em pessoa, o conteúdo escrito (tipo PowerPoint) é o que será lembrado.  Seus slides e handouts devem comunicar a mensagem completa, mesmo para quem não assiste a palestra.  A plateia esquece o que escutou mas lembra do que leu e do que você entregou.
  • Seu website em inglês existe para você ser encontrado, ser confiado e ser contatado.  Seu website deve transmitir confiança, ou o visitante o abandona rapidamente.
  • Nos EUA, sua comunicação é feita por documentos - muitos dos quais, pela sua importância, são "essenciais" e tem objetivos bem específicos.

Comunicação direta

Muito de sua seriedade e profissionalismo é transmitido através das mensagens escritas (correspondência e email) que você envia nos EUA.  Alguns pontos-chave:

  • Layout: estabeleça e siga um padrão de uso de parágrafos e sentenças.
  • Formato de email: plain text em lugar de html; assinatura simples só com nome, telefone e endereço de email; remover o texto de mensagens anteriores; só um endereçado em "To...",  os outros vão no "Cc...".
  • Formato de cartas: cabeçalho simples mas bem delineado; rodapé com dados de contato; papel de alta qualidade.
  • Documentos importantes são enviados por courier (FedEx, UPS, DHL), não dobrados.
  • Tamanho padrão de cartas e documentos nos EUA é "Letter" (8,5 x 11 polegadas).  É um pouco diferente do tamanho A4 utilizado no Brasil e na Europa.
  • Conversas por telefone, Skype, videoconferência ou em pessoa, devem ser devidamente documentadas por escrito após sua conclusão, portanto estabeleça quem faz a ata.
  • A maneira correta de participar de um telefonema ou de uma reunião inclui estar pronto para anotar o que for necessário.
Central Park - NY
Central Park em New York ... o Metropolitan Museum of Art (acima do lago) é
um dos locais maravilhosos de NY, se possível passe um dia inteiro lá.